trabalhador_negroCrédito: Divulgação
e o avanço do desemprego atinge todos os trabalhadores, para os negros a situação é ainda pior, segundo levantamento realizado pelo Dieese (departamento intersindical de estudos socioeconômicos) em parceria com a Fundação Seade.
 
No ano passado, o índice de desemprego entre os negros chegou a 14,9%, na Grande São Paulo, contra 12% entre os trabalhadores não negros.
 
A diferença é de 2,9 pontos, maior do que em 2014, quando ficou em 1,9 ponto. Nos últimos anos, a distância vinha diminuindo.
 
Clique aqui e confira a pesquisa na íntegra
trabalhador_negroCrédito: Divulgação
e o avanço do desemprego atinge todos os trabalhadores, para os negros a situação é ainda pior, segundo levantamento realizado pelo Dieese (departamento intersindical de estudos socioeconômicos) em parceria com a Fundação Seade.
 
No ano passado, o índice de desemprego entre os negros chegou a 14,9%, na Grande São Paulo, contra 12% entre os trabalhadores não negros.
 
A diferença é de 2,9 pontos, maior do que em 2014, quando ficou em 1,9 ponto. Nos últimos anos, a distância vinha diminuindo.
 
Clique aqui e confira a pesquisa na íntegra