Metalúrgicos de Gravataí realizam manifestação contra Reforma Trabalhista e PrevidenciáriaCrédito: Cesar Moraes

Sindicato da categoria se mobiliza contra a retirada dos direitos sociais e a dificuldade de acesso à aposentadoria inseridas em proposta do Governo Federal

O Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí (SINMGRA) promove manifestações em frente aos portões da fábrica da General Motors, no município nesta quinta-feira (29/09). Os atos estão previstos para ocorrerem nas entradas de turnos às 5h e às 15h. O objetivo é mostrar aos trabalhadores os malefícios que as propostas de reformas trabalhista e previdenciária, apresentadas pelo Governo Federal, trazem.

- Os metalúrgicos vão demonstrar a sua insatisfação com a tentativa do governo de amenizar a crise econômica e política que o país vive retirando direitos ou fazendo as pessoas trabalharem mais e dificultando o acesso à aposentadoria. A classe trabalhadora não suporta mais ser explorada. Temos que dar um basta nisso - ressalta o presidente do SINMGRA, Valcir Ascari.

A ação faz parte do Dia Nacional de Paralisações e Luta em Defesa dos Direitos que é organizado em todo o Brasil. O Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí integra a relação de entidades do país que estão mobilizadas na defesa dos direitos sociais e previdenciários da categoria e de toda a classe trabalhadora. Além disso, o movimento exige investimentos na saúde, educação, moradia e melhores condições de transporte.
 

Metalúrgicos de Gravataí realizam manifestação contra Reforma Trabalhista e PrevidenciáriaCrédito: Cesar Moraes

Sindicato da categoria se mobiliza contra a retirada dos direitos sociais e a dificuldade de acesso à aposentadoria inseridas em proposta do Governo Federal

O Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí (SINMGRA) promove manifestações em frente aos portões da fábrica da General Motors, no município nesta quinta-feira (29/09). Os atos estão previstos para ocorrerem nas entradas de turnos às 5h e às 15h. O objetivo é mostrar aos trabalhadores os malefícios que as propostas de reformas trabalhista e previdenciária, apresentadas pelo Governo Federal, trazem.

- Os metalúrgicos vão demonstrar a sua insatisfação com a tentativa do governo de amenizar a crise econômica e política que o país vive retirando direitos ou fazendo as pessoas trabalharem mais e dificultando o acesso à aposentadoria. A classe trabalhadora não suporta mais ser explorada. Temos que dar um basta nisso - ressalta o presidente do SINMGRA, Valcir Ascari.

A ação faz parte do Dia Nacional de Paralisações e Luta em Defesa dos Direitos que é organizado em todo o Brasil. O Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí integra a relação de entidades do país que estão mobilizadas na defesa dos direitos sociais e previdenciários da categoria e de toda a classe trabalhadora. Além disso, o movimento exige investimentos na saúde, educação, moradia e melhores condições de transporte.