Miguel TorresCrédito: Jaélcio Santana

24 de janeiro é o Dia Nacional dos Aposentados e, para celebrar esta data, o Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos (Sindnapi), promoveu um debate sobre os impactos da reforma da Previdência, especialmente sobre os menos favorecidos.

O principal objetivo deste evento foi o de valorizar os aposentados e pensionistas e intensificar a luta por uma aposentadoria digna para todos.

Os aposentados brasileiros estão organizados desde o ano 2000, graças à iniciativa dos companheiros Paulinho da Força, João Batista Inocentini (ex-presidente do Sindnapi) e o atual presidente da entidade, Marcos Bulgarelli.

Até então, muitos aposentados brasileiros não tinham um sindicato que os representasse e viviam com benefícios defasados, com a ajuda dos familiares, como se fossem seres à margem da sociedade.

Após a criação do Sindnapi começaram a ser desenvolvidas, de forma organizada, as pautas de reivindicações. Pela primeira vez no Brasil os aposentados atuavam de forma coletiva.

É preciso valorizar os aposentados, que tanto contribuíram para o desenvolvimento do País. Cerca de 70% dos aposentados do INSS recebem a faixa salarial mínima no País. Nossa luta é por uma Previdência Social pública, universal, com um Piso que não seja inferior ao salário mínimo, que acabe com os privilégios de alguns grupos e amplie a proteção social e os direitos.

Os aposentados precisam manter a mobilização e estar atentos à manutenção de seus direitos, especialmente neste momento em que o governo pretende aprovar uma reforma da Previdência que vai penalizar ainda mais os trabalhadores e trabalhadoras no momento em que forem se aposentar.

A Força Sindical sempre lutará ao lado do Sindicato na luta pelos direitos dos aposentados e pelo cumprimento do Estatuto dos Idosos em todo o País. Nosso empenho para tornar realidade todos os benefícios e medidas de proteção que estão na legislação é constante.

Parabéns, aposentados, pelo seu dia! Vamos seguir atentos e vigilantes para manter os direitos que foram conquistados com muita luta e sacrifício.

Miguel Torres
Presidente da Força Sindical

Miguel TorresCrédito: Jaélcio Santana

24 de janeiro é o Dia Nacional dos Aposentados e, para celebrar esta data, o Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos (Sindnapi), promoveu um debate sobre os impactos da reforma da Previdência, especialmente sobre os menos favorecidos.

O principal objetivo deste evento foi o de valorizar os aposentados e pensionistas e intensificar a luta por uma aposentadoria digna para todos.

Os aposentados brasileiros estão organizados desde o ano 2000, graças à iniciativa dos companheiros Paulinho da Força, João Batista Inocentini (ex-presidente do Sindnapi) e o atual presidente da entidade, Marcos Bulgarelli.

Até então, muitos aposentados brasileiros não tinham um sindicato que os representasse e viviam com benefícios defasados, com a ajuda dos familiares, como se fossem seres à margem da sociedade.

Após a criação do Sindnapi começaram a ser desenvolvidas, de forma organizada, as pautas de reivindicações. Pela primeira vez no Brasil os aposentados atuavam de forma coletiva.

É preciso valorizar os aposentados, que tanto contribuíram para o desenvolvimento do País. Cerca de 70% dos aposentados do INSS recebem a faixa salarial mínima no País. Nossa luta é por uma Previdência Social pública, universal, com um Piso que não seja inferior ao salário mínimo, que acabe com os privilégios de alguns grupos e amplie a proteção social e os direitos.

Os aposentados precisam manter a mobilização e estar atentos à manutenção de seus direitos, especialmente neste momento em que o governo pretende aprovar uma reforma da Previdência que vai penalizar ainda mais os trabalhadores e trabalhadoras no momento em que forem se aposentar.

A Força Sindical sempre lutará ao lado do Sindicato na luta pelos direitos dos aposentados e pelo cumprimento do Estatuto dos Idosos em todo o País. Nosso empenho para tornar realidade todos os benefícios e medidas de proteção que estão na legislação é constante.

Parabéns, aposentados, pelo seu dia! Vamos seguir atentos e vigilantes para manter os direitos que foram conquistados com muita luta e sacrifício.

Miguel Torres
Presidente da Força Sindical