artigo / opinião
secretarias
Direitos Humanos e Cidadania
seg, 20 de out/2014
jornal da força
Edição nº 94 sex, 03 de out/2014
agenda

OUT/2014

D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
01
02
03
04
05
06
070809
10
11
12
131415161718
19
20
21
22
23
24
25
2627
28
2930
31
 
Notícias da Força
Compartilhe esta notícia com seus contatos das Redes Sociais
qua, 08 de jun/2011
FONTE: Assessoria de Imprensa da Força Sindical

São Paulo (SP): Reajuste salarial da Construção Pesada deve sair na próxima semana

O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo deverá fechar acordo da Convenção Coletiva até a próxima semana. Segundo Vilmar Gomes dos Santos, presidente da entidade, a reivindicação nesta data-base (1º de maio) era de reajuste salarial de 14%.

“Os patrões oferecem 10% agora e mais 1% em novembro. A proposta foi rejeitada pelos trqabalhadores”, informou Santos. Foi instaurado dissídio , mas a reunião de conciliação do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) foi suspensa a pedido dos patrões que vão apresentar novo índice.

Santos afirmou que o acordo pode ser 11% de reajuste; piso de R$ 871,20 para todo o Estado, pagamento de 100% de hora-extra e sem banco de horas.
A categoria tem 95 mil trabalhadores no Estado SP.

download de arquivos relacionados
9 comentários
faça seu comentário
600
leoro martins da silva
sex, 18 de mai/2012 13:25
oi tomara que seja 14 vamos lutar por isso amigos.
77
12
Jose Paulo
sab, 26 de mai/2012 14:45
Somos extremamente explorados por prestarmos serviços quase sempre terceirizados, nosso salário tem que fazer jus, obrigado.
31
8
cristiano domingos franco
seg, 28 de mai/2012 21:11
nossos sindicatos brigam por uma coisa,mas os patrões oferecem outra totalmente oposta ao que realmente necessitamos.se esse aumento de 14% for real podemos dizer que um grande passo ja foi dado.
62
12
Douglas Henrique Barcelos
ter, 07 de mai/2013 22:59
Sou laboratorista trabalho na area de tecnologia na construção civil, e a maioria dos laboratorios não tem visita da ordem pulblica , precisamos ser vistos e vamos lutar por um salario digno , sou um pai de familia e não é justo os patroens enchendo a suas contas bancaria e os trabalhadores vivendo de tustão. obrigado pela atenção.
8
0
jaoo gildo ribeiro de oliveira
seg, 13 de mai/2013 14:53
trabalhamos muito!!!! e não podemos aceitar um reajuste salarial inferior a 14% pois é o minimo que os patrões podem fazer pelos os seus colaboradores.
17
0
egnaldo
seg, 13 de mai/2013 19:49
isso vamos precisamos de força total.esta na hora de parar de ser explorado....
5
0
monteiro
ter, 14 de mai/2013 15:19
para pessoas trabalhadora eles não queren da este bendito 14°/ e para estadio e outras coisas larga um monte de dinheiro que custa uma pena micharia dessa eles gasta muito mais dos cofre publico gastando com quem n'ao tem direito
2
0
fabio denis pereira de souza
ter, 14 de mai/2013 19:51
vamos lutar juntos por mais melhoria//.] presisamos ganhar mais um pouco mais;; vamos lutar tamos juntos nessa luta///
3
0
fabio denis pereira sousa
sab, 18 de mai/2013 22:54
se for 14´estamos indo bem vamos junto na luta pelos nossos dir eitos estamos jutos nesa luta
12
1
conteúdo relacionado
áudios
qua, 15 de out/2014

palavra do presidente
Miguel Torres, presidente da Força Sindical
cultura
filmes relacionados ao mundo do trabalho

Dica de filme: Tempos Modernos (Modern Times)

Na década de 1930 a produção em série industrial era a imagem da modernidade, impondo um estilo de vida que se baseava no tempo de trabalho, na hierarquia do sistema produtivo e no poder de consumo que cada camada desta hierarquia passou a ter. Leia mais ...
imagens
2014-09-01 00:00:00
charges

Rua Rocha Pombo, 94
Liberdade / SP - Brasil
CEP 01525-010

pabx
55 11 3348.9000