A Alternativa Democrática Sindical (ADS) convoca jornada continental de solidariedade e apoio ao sindicalismo e ao povo venezuelano em defesa dos direitos e do trabalho decente, pela democracia e contra a ditadura na Venezuela.
Alternativa Democrática Sindical fará ato em solidariedade ao povo venezuelanoCrédito: Arquivo Força

Nilton Neco de Souza, secretário-geral da ADS destaca que “já é do amplo conhecimento de todos, que o movimento sindical e o povo venezuelano vêm sofrendo uma cruel e difícil situação política, econômica e social que têm se convertido numa crise humanitária que se reflete no desabastecimento, na falta de produtos básicos de primeira necessidade, desemprego, violência política e no grande fluxo de imigração forçada pela ditadura instalada naquele país”.
 
O sindicalista colombiano Julio Roberto Gomes, presidente da ADS, explica que a pedido da maioria das Centrais Sindicais Venezuelanas, a Alternativa Democrática Sindical das Américas convoca uma jornada continental de protesto e solidariedade com o sindicalismo e povo venezuelano. A jornada será realizada a partir do dia 6 de outubro em diferentes países das Américas.

“Neste sentido, gostaríamos de convidar as diferentes categorias para participar do ato de solidariedade ao povo venezuelano que acontecerá dia 10/10/2017 às 10:00, no Consulado da Venezuela em São Paulo, localizado na Rua General Fonseca Téles, 564, Jardim Paulista, São Paulo”, afirma João Carlos Gonçalves, Juruna, secretário-geral da Força.
 

Alternativa Democrática Sindical fará ato em solidariedade ao povo venezuelanoCrédito: Arquivo Força

Nilton Neco de Souza, secretário-geral da ADS destaca que “já é do amplo conhecimento de todos, que o movimento sindical e o povo venezuelano vêm sofrendo uma cruel e difícil situação política, econômica e social que têm se convertido numa crise humanitária que se reflete no desabastecimento, na falta de produtos básicos de primeira necessidade, desemprego, violência política e no grande fluxo de imigração forçada pela ditadura instalada naquele país”.
 
O sindicalista colombiano Julio Roberto Gomes, presidente da ADS, explica que a pedido da maioria das Centrais Sindicais Venezuelanas, a Alternativa Democrática Sindical das Américas convoca uma jornada continental de protesto e solidariedade com o sindicalismo e povo venezuelano. A jornada será realizada a partir do dia 6 de outubro em diferentes países das Américas.

“Neste sentido, gostaríamos de convidar as diferentes categorias para participar do ato de solidariedade ao povo venezuelano que acontecerá dia 10/10/2017 às 10:00, no Consulado da Venezuela em São Paulo, localizado na Rua General Fonseca Téles, 564, Jardim Paulista, São Paulo”, afirma João Carlos Gonçalves, Juruna, secretário-geral da Força.