A melodia é um incentivo a aqueles que acreditam na ação social, no papel transformador do ativista social. João do Vale desceu de São Luiz(MA) para o sul pegando carona, fazendo biscates e trabalhou na construção civil no Rio de Janeiro, quando já fazia suas composições. Integrou o primeiro grupo que apresentou em 1964 a peça Opinião, com Nara Leão e Zé Kéti.

A Voz do Povo
(Composição: João Batista do Vale/1965)
Intérprete: Paulinho da Viola

 Meu samba é a voz do povo
 Se alguém gostou
 Eu posso cantar de novo
 
 Eu fui pedir aumento ao patrão
 Fui piorar minha situação
 O meu nome foi pra lista
 Na mesma hora
 Dos que iam ser mandados embora
 
 Eu sou a flor que o vento jogou no chão
 Mas ficou um galho
 Pra outra flor brotar
 As minhas folhas o vento pode levar
 Mas o meu perfume fica boiando no ar

Fonte: Memória Sindical

A Voz do Povo
(Composição: João Batista do Vale/1965)
Intérprete: Paulinho da Viola

 Meu samba é a voz do povo
 Se alguém gostou
 Eu posso cantar de novo
 
 Eu fui pedir aumento ao patrão
 Fui piorar minha situação
 O meu nome foi pra lista
 Na mesma hora
 Dos que iam ser mandados embora
 
 Eu sou a flor que o vento jogou no chão
 Mas ficou um galho
 Pra outra flor brotar
 As minhas folhas o vento pode levar
 Mas o meu perfume fica boiando no ar

Fonte: Memória Sindical