farmacêuticos vacina
Diante da gravidade da pandemia de Covid-19 e a importância da vacinação para o enfrentamento da doença, lideranças da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas no Estado de São Paulo, entidade filiada à Força Sindical, CNTQ e IndustriALL), Sindicatos filiados e representantes patronais do SINDUSFARMA elaboraram um aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho que apoia a vacinação contra Covid-19, garantindo proteção coletiva à categoria do setor industrial farmacêutico.
 
A cerimônia de assinatura do Termo Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho foi realizada nesta manhã, de forma virtual, com a participação de lideranças da FEQUIMFAR, Sindicatos filiados e representantes do setor patronal do SINDUSFARMA.
 
O documento assegura a necessidade de “propiciar um meio ambiente de trabalho saudável e seguro para seus trabalhadores se comprometem a implementar, e ainda, divulgar políticas de conscientização e prestar a mais ampla e transparente informação, esclarecendo seus empregados sobre a importância da imunização.” A Convenção Coletiva também já garante aos empregados o abono dos dias em eles forem se vacinar.
 
Além disso, “com vistas a garantir a saúde coletiva, as empresas poderão exigir dos trabalhadores a apresentação de comprovante de vacinação para desenvolvimento das atividades laborais”.
 
Vale ressalvar que em caso de avaliação médica que impossibilite a vacinação do trabalhador, caberá a empresa buscar soluções, como home office, adequação de local e assistência.
 
“Para que possamos, efetivamente, combater a pandemia, a ideia da imunização deve ser coletiva. Essa medida aumenta a segurança dos trabalhadores e também estimula quem ainda não se vacinou ou está com a segunda dose em atraso a colocar a imunização em dia. É importante que cada trabalhador faça a sua parte, aderindo à campanha de vacinação, preservando e valorizando a vida”, Sergio Luiz Leite, Serginho Presidente da FEQUIMFAR e 1º secretário da Força Sindical.
 
A FEQUIMFAR e Sindicatos filiados representam cerca de 18 mil trabalhadores no setor industrial farmacêutico no estado de São Paulo.
farmacêuticos vacina
Diante da gravidade da pandemia de Covid-19 e a importância da vacinação para o enfrentamento da doença, lideranças da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas no Estado de São Paulo, entidade filiada à Força Sindical, CNTQ e IndustriALL), Sindicatos filiados e representantes patronais do SINDUSFARMA elaboraram um aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho que apoia a vacinação contra Covid-19, garantindo proteção coletiva à categoria do setor industrial farmacêutico.
 
A cerimônia de assinatura do Termo Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho foi realizada nesta manhã, de forma virtual, com a participação de lideranças da FEQUIMFAR, Sindicatos filiados e representantes do setor patronal do SINDUSFARMA.
 
O documento assegura a necessidade de “propiciar um meio ambiente de trabalho saudável e seguro para seus trabalhadores se comprometem a implementar, e ainda, divulgar políticas de conscientização e prestar a mais ampla e transparente informação, esclarecendo seus empregados sobre a importância da imunização.” A Convenção Coletiva também já garante aos empregados o abono dos dias em eles forem se vacinar.
 
Além disso, “com vistas a garantir a saúde coletiva, as empresas poderão exigir dos trabalhadores a apresentação de comprovante de vacinação para desenvolvimento das atividades laborais”.
 
Vale ressalvar que em caso de avaliação médica que impossibilite a vacinação do trabalhador, caberá a empresa buscar soluções, como home office, adequação de local e assistência.
 
“Para que possamos, efetivamente, combater a pandemia, a ideia da imunização deve ser coletiva. Essa medida aumenta a segurança dos trabalhadores e também estimula quem ainda não se vacinou ou está com a segunda dose em atraso a colocar a imunização em dia. É importante que cada trabalhador faça a sua parte, aderindo à campanha de vacinação, preservando e valorizando a vida”, Sergio Luiz Leite, Serginho Presidente da FEQUIMFAR e 1º secretário da Força Sindical.
 
A FEQUIMFAR e Sindicatos filiados representam cerca de 18 mil trabalhadores no setor industrial farmacêutico no estado de São Paulo.