Ordem de liberação das retiradas da primeira parcela segue os meses de nascimento dos beneficiários e vai até o dia 17 de maio
Valores vão de R$ 150 a R$ 375 por parcelaCrédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Os saques da nova rodada do auxílio emergencial começam nesta sexta-feira (30). Inicialmente os pagamentos estavam previstos para começar no dia 4 de maio (confira tabela abaixo). Como a ordem de liberação segue o calendário de nascimento, os primeiros a poder fazer a retirada serão os beneficiários nascidos em janeiro. A programação continua na segunda-feira (3), com os nascidos em fevereiro, e segue nos demais dias de semana até 17 de maio, para quem é de dezembro. Os valores vão de R$ 150 a R$ 375 por parcela, dependendo da família.
 
Para o beneficário conseguir o acesso ao dinheiro, terá de usar o aplicativo Caixa Tem seguindo os mesmos moldes da rodada anterior, em 2020. Após acessar o aplicativo, deve-se clicar em “saque com cartão” e digitar o valor desejado. Será informado um código, necessário para fazer o saque nos terminais de autoatendimento da Caixa Econômica, lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui. O beneficiário também pode comparecer em uma agência para solicitar o código.
 
Calendário de saques do auxílio emergencial - Divulgação/Caixa Econômica Federal
Calendário de saques do auxílio emergencial - Divulgação/Caixa Econômica Federal
É possível também transferir o valor para outra conta bancária pelo Caixa Tem, usando TED, DOC ou Pix. A transferência é feita sem o pagamento de tarifa. Segundo a Caixa, o dinheiro normalmente entra na conta indicada no dia seguinte de manhã.
 
Os valores são de R$ 150 para quem mora sozinho; mãe solteira que sustenta a família tem direito a R$ 375 e as demais famílias recebem R$ 250. No total, serão quatro parcelas mensais.
 
Beneficiários do Bolsa Família
Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.
 
O pagamento da primeira parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 16 e segue até esta sexta. O auxílio emergencial somente será pago quando o valor for superior ao benefício do programa social.
Valores vão de R$ 150 a R$ 375 por parcelaCrédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Os saques da nova rodada do auxílio emergencial começam nesta sexta-feira (30). Inicialmente os pagamentos estavam previstos para começar no dia 4 de maio (confira tabela abaixo). Como a ordem de liberação segue o calendário de nascimento, os primeiros a poder fazer a retirada serão os beneficiários nascidos em janeiro. A programação continua na segunda-feira (3), com os nascidos em fevereiro, e segue nos demais dias de semana até 17 de maio, para quem é de dezembro. Os valores vão de R$ 150 a R$ 375 por parcela, dependendo da família.
 
Para o beneficário conseguir o acesso ao dinheiro, terá de usar o aplicativo Caixa Tem seguindo os mesmos moldes da rodada anterior, em 2020. Após acessar o aplicativo, deve-se clicar em “saque com cartão” e digitar o valor desejado. Será informado um código, necessário para fazer o saque nos terminais de autoatendimento da Caixa Econômica, lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui. O beneficiário também pode comparecer em uma agência para solicitar o código.
 
Calendário de saques do auxílio emergencial - Divulgação/Caixa Econômica Federal
Calendário de saques do auxílio emergencial - Divulgação/Caixa Econômica Federal
É possível também transferir o valor para outra conta bancária pelo Caixa Tem, usando TED, DOC ou Pix. A transferência é feita sem o pagamento de tarifa. Segundo a Caixa, o dinheiro normalmente entra na conta indicada no dia seguinte de manhã.
 
Os valores são de R$ 150 para quem mora sozinho; mãe solteira que sustenta a família tem direito a R$ 375 e as demais famílias recebem R$ 250. No total, serão quatro parcelas mensais.
 
Beneficiários do Bolsa Família
Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.
 
O pagamento da primeira parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 16 e segue até esta sexta. O auxílio emergencial somente será pago quando o valor for superior ao benefício do programa social.